ATRAÇÕES

BATE-PAPO #1 – Histórias em quadrinhos como recurso didático-pedagógico com Waldomiro Vergueiro , Marcello Quintanilha e mediação de Roberto Beltrão

10/09/2020 11:00 - 12:00 | Assistir aqui | Assistir aqui
BATE-PAPO #1 – Histórias em quadrinhos como recurso didático-pedagógico

Bate-Papo – Histórias em quadrinhos como recurso didático-pedagógico

O Bate-Papo é um quadro com debates ao vivo, onde grandes nomes das suas áreas trocam experiências sobre arte, literatura, cultura e educação, nos tirando dúvidas sobre como aplicar recursos no processo pedagógico. Agora, ao vivo com Waldomiro Vergueiro , Marcello Quintanilha e mediação de Roberto Beltrão , vamos ver como histórias e imagens, sendo colocadas juntas no papel ou até em outras mídias, através das histórias em quadrinhos, podem ser uma grande ferramenta para professores e educadores.

WALDOMIRO VERGUEIRO

Graduado em Biblioteconomia e Documentação pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, mestrado em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP, doutorado em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (1990) e pós-doutorado pela Loughborough University of Technology (Inglaterra) e Universidad Carlos III de Madrid (Espanha). Atualmente é professor titular aposentado da ECA/USP. Fundador e coordenador do Observatório de Histórias em Quadrinhos, também na ECA/USP. Editor da revista 9ª Arte, do Observatório de Histórias em Quadrinhos. Atua como membro do corpo editorial de diversas revistas científicas no Brasil e no exterior. Publicou dezenas de artigos em periódicos científicos nacionais e internacionais. Autor e/ou organizador de mais de uma dezena de livros. Produz principalmente nos seguintes temas: histórias em quadrinhos, histórias em quadrinhos – Brasil, biblioteconomia, desenvolvimento de coleções e bibliotecas – qualidade.

MARCELLO QUINTANILHA

Quadrinista e artista gráfico, Marcello Quintanilha (Niterói, RJ) inicia sua carreira em 1988. Assinou trabalhos em veículos como O Estado de São Paulo, Bravo, Le Monde, Internazionale, Art Review, Heavy Metal, La Vanguardia, El País, Le 1, etc. Autor dos álbuns Salvador (Casa 21); Sábado dos meus amores e Almas públicas (Conrad); O ateneu (Ática); Tungstênio, Talco de Vidro, Hinário Nacional, Todos os Santos e Luzes de Niterói (Veneta). Entre seus prêmios estão o Prix Polar SNCF Angoulême 2016 (FRA); Splash Sagunt 2016 (ESP); Rudolph Dirks Award 2017 (GER); além do Jabuti 2017 e diversos HQ Mix (BRA).

Participantes